Como a água chega até as casas? Entenda mais!

6 minutos para ler

Você já parou para pensar como a água chega até as casas? Pois, saiba que antes de usá-la ao tomar banho, lavar as louças, entre outras atividades que fazem parte do dia a dia, ela precisa passar por um longo processo de captação, tratamento e distribuição.

Entender como tudo funciona vai fazer com que você se sinta seguro de usufruir de uma água testada e realmente limpa, além de promover a conscientização sobre a importância de cuidar do meio ambiente e tomar as medidas adequadas para evitar o desperdício.

Entretanto, você sabe como essas etapas acontecem e a qual a importância de cada uma delas? Então, leia este conteúdo e entenda agora mesmo!

Como funciona a coleta da água?

Geralmente, a água é retirada dos rios ou de poços artesianos. Empresas reguladas e autorizadas fazem a captação em alto volume por meio de adutoras (grandes canos), que funcionam como um tipo de bomba, respeitando sempre a preservação do meio ambiente.

Quais são as fases do tratamento?

Após a captação da água, o segundo passo é o seu tratamento, que é uma atividade criteriosa e que costuma demorar muitos dias. Nesse caso, as técnicas e os produtos aplicados vão variar conforme a fonte e as legislações que versam a respeito do saneamento básico de cada município. 

A seguir, vamos explicar melhor como funciona esse processo.

Tratamento químico

No momento que a água chega à estação, alguns reagentes químicos são aplicados com a finalidade de colaborar com a reserva das sujeiras. Por exemplo, sulfato de sódio e cal, que ao reagirem em conjunto constituem o sulfato de alumínio, que faz com que as impurezas se reúnam, criando flocos que simplificam a filtragem. A esse procedimento dá-se o nome de floculação, sendo bastante usados nos casos das águas originárias dos rios, que apresentam um número maior de impurezas sólidas.

Tratamento físico

Após passar pelo tratamento químico, a água recebe a decantação. Nesse processo, ela é armazenada em um grande tanque ao longo de algumas horas, onde toda a sujeira é depositada ao fundo. Depois, é encaminhada para a filtragem, onde passa por tanques com areia, cascalhos, carvão ativado e pedras, que executam uma limpeza mais pesada da água, fazendo com que chegue à última fase mais límpida.

Tratamento com cloro

Última etapa, é adicionado cloro na água, com o intuito de eliminar todos os microrganismos que sobraram após a execução dos processos anteriores. 

Qual caminho a água percorre até chegar a chuveiros, torneiras e demais?

Antes de ser usada para consumo, a água ainda deve ser testada conforme exigido por lei e, assim, receber a certificação que está totalmente limpa. Depois de aprovada, é encaminhada para a distribuição, por intermédios dos encanamentos urbanos e dos caminhões-pipa, a depender da situação.

A partir daí, ela faz um percurso de vários quilômetros, com a ajuda de bombas e pela pressão natural dos canos, até chegar às torneiras das casas. Ela também pode ficar armazenada em reservatórios ou caixas d´água antes de chegar às residências. 

Como é feito o controle para assegurar a qualidade da água?

Como já foi dito, antes de ser fornecida para a população, a água precisa passar por um rígido controle de qualidade. Isso porque as normas exigem a realização de testes em amostras, nos quais fatores como a concentração de PH, cloro e flúor, cor, turbidez, presença de coliformes fecais e demais parâmetros são averiguados.

Qual a importância da medição individualizada da água em condomínios?

Essa é uma obrigatoriedade iniciada no ano de 2021, prevista pela Lei 13.312/16, na qual todos os novos condomínios edificados no Brasil deverão ser entregues preparados para a medição individual da água. Também, se trata de uma maneira mais ecológica e justa de mensurar o uso de um componente tão necessário para a sobrevivência humana.

Isso porque, com a medição individualizada, cada unidade paga somente pelo volume de água consumido, o que possibilita um acompanhamento efetivo, mês a mês, do que realmente foi gasto, gerando um uso mais racional. Assim, atualmente, é vista como uma das formas mais eficientes de consumo dos recursos hídricos, que ocorre por meio da instalação de hidrômetros individuais (por unidade), para a conferência e pagamento da conta de água.

É importante ressaltar que esse modelo pode ser implementado tanto em condomínios mais antigos como nos novos. Para isso, basta respeitar as regras de segurança apropriadas para o projeto elaborado.

Benefícios da medição individualizada da água

Diversos benefícios podem ser obtidos por meio da implementação desse tipo de sistema, que vão além da facilidade e clareza no controle e da sustentabilidade ambiental.

Veja melhor sobre eles!

Para os moradores

Entre as principais vantagens para os moradores, podemos apontar:

  • contribuição para o consumo consciente de água;
  • pagamento mais justo, tendo em vista que a cobrança da conta de água é feita apenas sobre o que foi usado por apartamento, o que minimiza de forma significativa o montante a ser pago;
  • maior valorização no mercado.

Para os síndicos e administradoras de condomínios

Nesse caso, entre os principais benefícios estão:

  • identificação de vazamentos de forma mais simples, tendo em vista que a medição é individual;
  • controle facilitado, já que as contas individualizadas fazem auxiliar no monitoramento de cobrança e inadimplência;
  • otimização do tempo: o síndico ou as administradoras conseguem um tempo maior para tratar de outras atividades relacionadas ao condomínio, considerando que não será necessário controlar de forma direta o consumo e dividir o valor da conta de água.

Conseguiu entender como a água chega até as casas? Como você pôde perceber, se trata de um processo bastante complexo, desde a captação até a aprovação para consumo. Sendo assim, é importante ter a consciência de manter os reservatórios preparados para o armazenamento, bem como fazer o uso racional, a fim de preservar não só esse elemento tão precioso, mas o meio ambiente em geral. Portanto, a medição individualizada pode ajudar bastante nesse processo.

Agora que você já tem as principais informações sobre o assunto, aproveite para entrar em contato com a gente, esclarecer suas dúvidas e entender como podemos auxiliar nessa questão.

Posts relacionados

Deixe um comentário