Como escolher hidrômetro? Confira 4 dicas

3 minutos para ler

Se você é síndico e está buscando a individualização de água do condomínio, saiba que é preciso considerar alguns detalhes na hora de realizar o projeto. A dúvida mais comum é como escolher hidrômetro, afinal esse é o equipamento fundamental para realizar a leitura da água.

Então, para que você acerte na hora de executar o seu projeto de individualização, fizemos este artigo especial. A seguir, você vai conferir 4 dicas essenciais que devem ser consideradas na hora de escolher um hidrômetro. Aproveite a leitura!

1. Medição

O hidrômetro é o equipamento responsável por fazer a medição do volume de água. Hoje, existem dois modelos de hidrômetros quando falamos do tipo de medição:

  • taquimétrico: conhecido também como hidrômetro velocimétrico, essa categoria tem um mecanismo que é acionado com a velocidade da água, sendo que esse equipamento pode ser monojato ou multijato;
  • volumétrico: esse modelo tem câmaras internas que se enchem e se esvaziam conforme a água passa por ele.

O hidrômetro volumétrico oferece uma grande precisão na leitura e é uma boa indicação para os condomínios, sendo um modelo bastante adotado na medição de saneamento no exterior. No entanto, hoje no Brasil o hidrômetro taquímetro é a opção amplamente utilizada.

2. Tecnologia

É possível encontrar opções de hidrômetros mais inovadoras. O universo digital chegou à leitura de água com o hidrômetro digital. Esse equipamento funciona por meio da tecnologia de telemetria e proporciona uma leitura de alta precisão. O mais interessante desse hidrômetro é que ele está conectado diretamente a um aplicativo.

Com a instalação da aplicação no smartphone do usuário, ele pode acompanhar, em tempo real, o consumo de água. Isso proporciona mais confiabilidade à leitura. Inclusive, contribui para que sejam identificadas situações de vazamento de maneira imediata. Assim, é possível reduzir os impactos financeiros e até estruturais ao condomínio, já que o vazamentos será identificado rapidamente.

3. Durabilidade

No mercado, você pode encontrar hidrômetros com preços que podem variar de R$ 60 a R$ 3 mil. Claro que custo nem sempre é sinônimo de durabilidade, mas é essencial que você analise esse quesito. É interessante poder contar com especialistas para identificar qual é o modelo mais ideal para o seu condomínio e dentro do orçamento disponível de cada usuário.

4. Instalação

Um dos pontos que merecem destaque na hora de escolher um hidrômetro para a individualização de água é a instalação. Esse processo deve ser realizado por profissionais experientes. É fundamental redobrar o cuidado na hora de fazer a contratação de um prestador de serviço para elaborar e executar um projeto interessante para o seu condomínio.

Busque saber qual é a reputação do fornecedor no mercado e faça pelo menos três orçamentos com empresas diferentes. É a partir desse senso apurado na hora de negociar que você vai conseguir um parceiro de referência, com um custo interessante, além de proporcionar eficiência no consumo de água do condomínio.

Agora que você sabe como escolher hidrômetro, não se esqueça de colocar as nossas dicas em prática. Afinal, esse equipamento afeta diretamente os custos do condomínio, e zelar pela sua governança é uma das principais responsabilidades de toda pessoa que assumir a função de síndico.

Se você gostou deste artigo e quer aprender mais sobre a administração de condomínios, se inscreva no nosso canal de youtube e tenha acesso a conteúdos exclusivos.

Posts relacionados

Deixe um comentário