Meu medidor de água está medindo ar na tubulação. Verdade ou mito?

3 minutos para ler

Muitas dúvidas surgem quando o assunto é o registro da passagem de ar por um medidor de água. No entanto, existem princípios da física que provam ser impossível que isso ocorra de forma rotineira. O questionamento é válido, visto que cada consumidor tem a intenção de pagar apenas por aquilo que efetivamente consumiu.

Para solucionar todas as dúvidas a respeito dessa questão, trouxemos este artigo a você. Nele, você entenderá como é o funcionamento desse tipo de instrumento. Logo em seguida, abordaremos a dúvida central do artigo e, finalmente, você compreenderá se isso se trata de uma verdade ou de um mito.

Confira!

O que é um medidor de água?

Um medidor pode ser chamado por vários outros nomes. Tecnicamente, é um hidrômetro, mas também pode ser conhecido popularmente como “medidor” ou até mesmo “relógio”. No fim das contas, nada mais é que o instrumento usado para registrar o consumo de água de uma determinada unidade consumidora, ou seja, de um imóvel.

No entanto, existe uma dúvida muito comum a respeito desses equipamentos e ela se refere à possibilidade de registro quanto à passagem de ar. Trata-se de um questionamento legítimo, pois a intenção do consumidor sempre será a de pagar pelo consumo do líquido fornecido pela companhia de abastecimento de água.

Como funciona um medidor de água?

Existem diversos tipos de medidores e com diferentes funcionamentos. Apesar de terem a mesma finalidade, alguns modelos têm até mesmo leitura remota. Por meio de diferentes métodos, esses instrumentos fazem o registro da passagem de água e armazenam seus dados para posterior leitura da companhia de saneamento.

A passagem de água pode ser registrada por microturbinas e, também, por diferença de pressão. Dessa forma, todo o volume consumido pode ser precisamente mensurado, para que a fatura seja emitida de modo certo e sem quaisquer tipos de erros.

A passagem de ar é registrada pelo medidor?

Segundo o princípio da impenetrabilidade, “dois corpos não podem ocupar igual lugar no espaço ao mesmo tempo”. Quando aplicado a uma tubulação, isso significa que somente pode existir ar ou água dentro de um cano. Ou seja, não pode haver uma situação na qual o ar e a água estejam ao mesmo tempo dentro da tubulação. Assim, em situações normais de abastecimento, o único registro feito pelo medidor é realmente da água consumida.

Apenas em alguns casos peculiares existirá o registro da passagem de ar. Isso ocorre quando alguma intervenção é necessária, como a limpeza de uma caixa d’água em um condomínio, por exemplo. Nesses casos, é preciso que a tubulação seja esvaziada e, não havendo água em seu interior, a mesma é preenchida com ar. Tão logo a situação seja normalizada, a água volta a ocupar o interior dos canos e o medidor de água volta ao seu estágio normal de trabalho.

Assim, podemos concluir que o registro de ar por um medidor de água é um mito e só ocorre em situações específicas. Ou seja, durante o abastecimento normal existe apenas a contagem do consumo de água. Para ter o registro feito da forma correta, você pode contar com os serviços prestados pela Seu Consumo, que é especialista em medições individualizadas de conta de água. Já são mais de 50 mil medidores instalados e o próximo deve ser o seu.

Gostou do conteúdo? Então, assine nossa newsletter e fique por dentro de todos os artigos lançados!

Posts relacionados

Deixe um comentário