Como melhorar a eficiência energética em edificações? Confira

6 minutos para ler

Como forma de gerar economia quando o assunto é o consumo de energia e a sua racionalização, muitas pessoas passaram a buscar pela sustentabilidade e uso consciente das fontes renováveis em suas residências. Atualmente, a busca por eficiência energética ganha cada vez mais espaço também nos condomínios.

A eficiência energética em edificações tem a proposta de minimizar o uso de energia, mas sem comprometer o conforto e os aspectos relacionados a iluminação, ergonomia e acústica, de forma a alcançar melhorias relevantes no ambiente.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para mostrar como o síndico pode atuar para melhorar a eficiência energética no condomínio e usufruir de todos os benefícios que ela pode gerar. Confira!

Usar a iluminação natural

Optar por reduzir a iluminação artificial é uma alternativa para ganhar eficiência energética. Para alcançar esse feito, é importante mapear a localização e a posição das unidades, a fim de orientar os moradores sobre o que pode ser feito para que a luz do sol entre de forma equilibrada, sem trazer excesso de calor.

Além dessa prática para controlar a passagem da claridade natural, é possível apostar em outras ideias, por exemplo, optar por lâmpadas econômicas de LED. Elas atendem a praticamente todas as demandas quando o assunto é iluminação.

Contar com equipamentos de climatização

Não há como negar que existem algumas épocas do ano que o uso do ar-condicionado é um fator fundamental. Nesse tipo de situação, o ideal é implementar equipamentos de climatização que sejam mais modernos e capazes de colaborar com a eficiência energética dos edifícios.

Essa escolha deve ser considerada, principalmente, pelo fato de que muitos dos aparelhos mais novos já são desenvolvidos com foco em proporcionar assistência à necessidade do consumo racional e econômico. Mesmo que apresentem um valor de compra mais elevado, a economia na conta, com o passar dos anos, vai cobrir esse montante rapidamente, se mostrando um ótimo custo-benefício.

Verificar as condições de ventilação

Cuidar dos impactos que a luz solar pode gerar para o condomínio é outra prática necessária para que a eficácia energética seja colocada em ação. Não apenas quando o assunto é o gasto com iluminação artificial, mas com a redução no gasto com o uso do ar-condicionado.

Para isso, uma opção é apostar nas técnicas de isolamento, com foco em fazer com que a temperatura interna fique mais arejada. Além disso, é possível investir nas fachadas — que melhoram o conforto térmico, reduzindo a necessidade do ar-condicionado —, telhado verde, que pode absorver um volume alto de calor, uso de tintas claras para promover um ambiente mais amplo e clean, entre outros.

Além disso, considerando as condições climáticas e a infraestrutura do condomínio, é possível aproveitar da passagem natural do ar, além de árvores, plantas e gramados, que são grandes colaboradores para que o clima permaneça mais agradável.

Usar painéis solares

Contar com energias limpas e renováveis também é uma boa aposta para quem busca a eficiência energética e alcançar melhores resultados por meio delas. Com o uso de painéis solares é possível reduzir o consumo de luz e, consequentemente, o valor devido na conta de maneira bastante relevante.

Isso se deve ao fato de que o processo de captação de luz solar, para transformá-la em energia elétrica e térmica, geralmente ocorre por intermédio de placas fotovoltaicas. Após a sua conversão, os painéis ainda mantêm uma reserva que pode ser usada de maneira posterior, em situações nas quais possa acontecer queda de energia.

Investir em sensores de luz automáticos

Uma tecnologia que também deve ser considerada são os sensores de luz automáticos. É preciso lembrar de que várias áreas do condomínio podem ser escuras e vazias, fazendo com que os moradores deixem as luzes acesas sem necessidade ou que se esqueçam de desligar assim que passam pelo local.

Para evitar esse tipo de desperdício que costuma ser tão habitual, a instalação de sensores de luz e detecção de presença é uma alternativa interessante para resolver o problema desses ambientes mais solitários.

Essa tecnologia funciona da seguinte forma: devido à sensibilidade aos movimentos, o mecanismo garante o acionamento e o desligamento somente quando necessário. Uma ideia é fazer a instalação desses equipamentos em locais de menor permanência, por exemplo, em corredores, garagens, entre outros.

Apostar na individualização da água

Antes de tudo, não podemos esquecer de que a água é um tipo de energia. Então, quando um síndico toma a decisão de individualizar o consumo de água e de gás, ele age direta e indiretamente no aumento da eficiência energética, na redução do consumo e na economia de energia da edificação que ele administra.

Por exemplo, menos consumo de água para bombeamento é menos energia elétrica usada. Além disso, essa prática ainda pode proporcionar outras vantagens que vão influenciar na melhoria da eficiência energética do condomínio, por exemplo:

  • a redução do uso de água por unidade é a principal vantagem da implementação da individualização dos hidrômetros, que pode gerar uma diminuição perceptível no fim do mês;
  • com o sistema adotado no edifício, a localização de vazamentos é mais rápida, tendo em vista que a empresa que executa o serviço consegue acompanhar o consumo de água com frequência;
  • além disso, o meio ambiente também é preservado, considerando que os usuários se tornam mais conscientes e refletem melhor antes de deixar os chuveiros ligados por muito tempo, torneiras abertas sem necessidade, entre outros.

Agora que você entendeu os benefícios alcançados por meio da adoção da eficiência energética em edificações e o que pode ser feito para que isso aconteça, não deixe de colocar as dicas apresentadas em prática e, assim, alcançar resultados bastante positivos.

Para isso, aproveite para entrar em contato com a Seu Consumo, conhecer as soluções e entender como uma empresa especializada, como a nossa, pode ajudar nesse processo!

Posts relacionados

Deixe um comentário